terça-feira, 07/01/2020

Olhar para o relógio

O tempo também deve ser de ouro mesmo na contagem decrescente.

Contar os segundos que antecedem o primeiro beijo, os minutos para o final do horário de expediente, as horas para o dia de aniversário, os dias para a passagem de ano… ver o tempo passar não é sinônimo de olhar para tinta secando. Cada vez que olha para o relógio e testemunha os ponteiros rodar, também se pode perder no tempo – e isso só acontece quando a distração é válida.

Como este design do Grip, o relógio da Gucci inteiramente resultado da direção criativa de Alessandro Michele e que não é novo – nem no lançamento, nem na wishlist – mas que continua forte como um dos nossos editor’s picks para o verão.

A peça faz parte da linha unissex que lhe dá o nome e apresenta uma caixa quadrada arredondada com três janelas, onde três discos rotativos brancos indicam as horas, os minutos e a data, respectivamente. A versão dourada encontra também uma edição em aço, mas nesta época de festas não vale a pena ir abaixo do ouro.

Esta opção começa nos € 1.500 e está disponível aqui.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

%d blogueiros gostam disto: