terça-feira, 25/09/2018

Michael Kors acaba de comprar a Versace por US$ 2 bilhões

 

Apesar do barulho, a compra já era esperada // Créditos: Reprodução

 


Em 1981, um designer relativamente desconhecido chamado Michael Kors decidiu lançar sua própria casa de moda, tinha começado a vender roupas em casa de sua mãe em Long Island e alguns anos mais tarde, conseguiu apoio suficiente para começar a desenvolver o seu próprio império com que planejava definir o estilo clássico americano – inspirado em personagens como Jaqueline Kennedy (porque não há nada mais americano do que ela).

Ao longo do tempo, e com uma série de coleções de sucesso, Kors conseguiu se posicionar como uma das marcas mais emblemáticas do país. O negócio era bom e as suas coleções estavam voando das lojas. Mas na década de 90, algo mudou: as finanças da casa caiu como um parafuso e em 1993 o designer teve que declarar falência e estava prestes a desaparecer para sempre.

Corta para 1997: a LVMH resgatou a marca e em 2015 a empresa já tinha recuperado a sua popularidade – e seus milhões – que usou para comprar a Jimmy Choo e agora Versace, a marca que nasceu com Gianni conseguiu transformar os anos 90, graças ao apoio das celebridades e supermodelos mais populares da época.

Com a morte de Gianni, a empresa passou para sua irmã Donatella, que assumiu a marca em uma direção completamente diferente, modernizou e a tornou relevante novamente. Agora, depois de décadas sob seu comando, essa marca pertence a Michael Kors.

Apenas alguns dias atrás, rumores começaram a se espalhar que Versace estava à venda e que Kors estava interessado. Agora os rumores foram confirmados e foi revelado que Michael Kors é o novo dono da casa de moda, mas que Donatella continuará envolvido de alguma forma. “Este é um momento muito empolgante para a Versace, meu irmão Santo, minha filha Allegra e eu reconhecemos que este próximo passo permitirá à Versace atingir todo o seu potencial”, comentou Donatella sobre a venda.

A Kors acabou pagando US $ 2,12 bilhões de dólares para adquirir a marca, o que não é ruim para uma empresa que saiu da bancarrota. Além disso, é provável que a estética da Versace não mude muito, já que, como mencionamos, a família Versace, especialmente Donatella, continuará a ter um papel na empresa.

O único problema é que os fãs da marca não estão perfeitamente de acordo com esta compra e estão convencidos de que isso representa a morte de Versace (como têm comentado nas redes sociais). Dito isto, muitos também defenderam a compra, garantindo que a Michael Kors Holdings Limited pode fazer grandes coisas por Gianni Versace S.P.A. Mas neste momento, apenas o tempo dirá, embora as coisas não tenham que dar errado. Pelo contrário, como tudo na moda (e na vida), aquele que não avança, desaparece.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

%d blogueiros gostam disto: