segunda-feira, 30/04/2018

Jeff Bezos faturou US$ 12 bilhões neste final de semana

 

Jeff Bezos // Créditos: Reprodução

 

Parece que o final de semana de Jeff Bezos foi muito bem, obrigado. O motivo? O homem mais rico do mundo ficou um pouco mais rico. Fundador e CEO da Amazon tem visto as ações da empresa aumentar e, portanto, sua fortuna pessoal sofreu um crescimento dramático depois de apresentar resultados corporativos para o primeiro trimestre de 2018. Quanto exatamente estamos falando? Mais de US$ 12 bilhões para a carteira do grande magnata.

De acordo com relatórios especializados como meios ‘Bloomberg’, as ações da Amazon têm experimentado um aumento de 6,3%, para US$ 1.614 em Wall Street, após a gigante da tecnologia tornar público os resultados do primeiro ano fiscal, que dobrou seus benefícios e em que as vendas ultrapassaram US$ 51 bilhões. Jeff Bezos ainda é o N°. 1 acionista com 16% da empresa, com sua fortuna na casa dos US$ 134 bilhões.

O portal norte-americano ‘The Street’ completa a análise apontando que, graças a esse crescimento, o valor da Amazon chegou a US$ 784,8 bilhões, a maior empresa do mundo depois da Apple, de US$ 833,3 bilhões. Além disso, Bezos anunciou recentemente que o serviço de assinaturas Prime ultrapassou os 100 milhões de membros, e também que aumentará o custo nos Estados Unidos em 20%, de US$ 99 para US$ 119 a partir do dia 16 de junho.

“A Amazon Web Services teve a vantagem incomum de ser a líder por sete anos, antes de enfrentar rivais similares, e a equipe nunca desacelerou”, explica Jeff Bezos em declarações coletadas pelo mesmo portal. “Como resultado, os serviços da AWS são os mais avançados e criam a maior riqueza, nós permitimos que os desenvolvedores façam coisas novas e sejam mais inteligentes, e continuamos melhorando dia a dia.” Poder!

 

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

%d blogueiros gostam disto: