quinta-feira, 28/02/2019

Louvre de Paris está em dúvida se vai exibir “Salvator Mundi” de Leonardo da Vinci

Mais de um ano atrás, o Louvre Abu Dhabi estava se preparando para abrigar uma célebre obra de arte: o “Salvator Mundi”, atribuído a Leonardo Da Vinci. Apenas recentemente, uma série de notícias angustiantes tem feito as rondas em relação à autenticidade da pintura.

A obra quebrou todos os recordes na Christie’s em Nova York em 2017, quando o Departamento de Cultura e Turismo de Abu Dhabi pagou uma bagatela de nada menos que US$ 450 milhões (R$ 1,69 bilhão) – o comprador foi o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammad Bin Salman Al Saud – que atualmente também é quem manda e desmanda no país do Oriente Médio.

A pintura deveria estrear no Louvre Abu Dhabi em setembro, mas o evento foi cancelado sem qualquer justificativa, o que, é claro, criou ondulações na cidade. O problema é que a pintura que retrata Jesus Cristo como o salvador do mundo acabou se tornando alvo de uma grande controvérsia desde que o negócio foi fechado, e agora é alegado por alguns como um “workshop de Leonardo”, pintado por um dos assistentes de estúdio do artista que batiam ponto no atelier dele, possivelmente depois de sua morte, em 1519.

O Sunday Telegraph relata que o historiador de arte Jacques Franck fez um comentário aterrador, dizendo que altos políticos e funcionários do Louvre “sabem que o Salvator Mundi não é um Leonardo”. Agora, o museu de Paris que organiza para outubro uma exibição pelos 500 anos da morte do artista, o maior receio é colocar “Salvator Mundi” ao lado de outros trabalhos famosos, já que é o maior detentor de obras by Da Vinci em torno do globo. Para eles, continuar com uma “fake news” poderia lhe custar uma quarntia absurda. Vixe!

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

%d blogueiros gostam disto: