terça-feira, 19/03/2019

Alfândega do Porto foi a passarela do 44º Portugal Fashion FW 19/20

As tendências para o inverno Europeu foram apresentadas em 33 desfiles

As margens do Rio Douro em uma edificação com projeto do arquiteto francês Jean-François Colson, a Alfândega foi inaugurada em 1869. Durante muitos anos facilitou o transporte de mercadorias. Desde a década de 90, após uma grande reforma, o local passou a receber Congressos e foi nesse edifício histórico que foi realizado o Portugal Fashion FW 19/20.

Segundo o diretor geral da Associação Têxtil e Vestuário de Portugal – ATP -, Paulo Vaz, a criação do Portugal Fashion surgiu com a ideia de ajudar o crescimento de toda a indústria da moda. Com produtos e serviços diferenciados para conseguir atingir patamares do mercado mais elevados, com inovação tecnológica, com atrativos e é claro com designer. “Não poderíamos deixar de criar um evento como o Portugal Fashion para mostrar a Portugal e ao mundo que também temos capacidades criativas, fazemos o que os outros pedem, mas também temos capacidade de fazer produtos de qualidade”, afirma Vaz.

Exportação para mais de 180 países

Espanha, Inglaterra, Alemanha e EUA são alguns dos 185 países para onde os produtos têxteis portugueses são enviados. A indústria têxtil e de vestuário de Portugal, exporta mais de 5 bilhões de euros anuais, o que representa cerca de 10% de todas as vendas do país ao exterior. O setor têxtil está consolidado como uma das atividades mais estratégicas da economia nacional.

Segundo dia

O segundo dia do Portugal Fashion reuniu Inês Torcato e Sara Maia, Estelita Mendonça, Sophia Kah, Katty Xiomara, TM Collection, Diogo Miranda, Luís Buchinho. Encerrando a noite, Miguel Vieira com a nova coleção “Um inverno na África”. Elementos geométricos e cores bege, bronze, laranja ocre, amarelo, azul com tecidos mais leves.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

%d blogueiros gostam disto: