quarta-feira, 02/05/2018

Considerado o “Oscar Fashion”, o Met Gala chega a sua 72° edição. Aos detalhes!

 

Gisele Bündchen e Tom Brady foram os anfitriões do ano passado // Créditos: Reprodução

 

Maio é um dos meses mais esperados no mundo da moda: é quando acontece o Met Gala – baile beneficente do Metropolitan Museum que arrecada fundos para o Costume Institute, o departamento de moda do museu – único do Met que tem que se financiar por conta própria. Convidados de luxo, um tema polêmico, Rihanna, Amal Clooney e Donatella Versace como grandes anfitriãs, a edição de 2018 da Met Gala promete ser uma noite inesquecível.

Para quem não sabe, é um dos eventos mais prestigiados da indústria, com todos os convidados aprovados pessoalmente, por Anna Wintour, diretora da versão norte-americana da Vogue. Modelos, designers e celebridades preparam-se minuciosamente para esta noite. Tem funcionado assim nas duas últimas décadas e promete continuar por mais algumas.

Na red carpet há presenças assíduas, entre elas Beyoncé, Madonna, Gisele Bündchen, Madonna e até mesmo Kim Kardashian. Não há quem fique indiferente aos coordenados que escolhem, fazendo deles o alvo da noite: tudo é escrutinado até ao mais ínfimo pormenor. Afinal, é a moda que reina nesta passadeira vermelha.

Exclusividade

Basta te dizer que é um gala tão exclusivo, que os bilhetes chegam a custar cerca de US$ 30 mil (algo em torno dos R$ 105 mil) para aqueles que não foram convidados. Antes de receber o nome pelo qual hoje a conhecemos, a Met Gala era conhecida como The Costume Institute Gala e é nesta festa que se revela a exposição anual do museu. Rei Kawakubo e Alexander McQueen foram dois dos criadores já homenageados.

Onde?

Tal como o nome sugere, o evento acontece no Museu Metropolitano de Arte de Nova York. A rua principal que vai dar ao edifício é fechada e somente os convidados estão autorizados a lá passar.

O tema?

Heavenly bodies: Fashion and the Catholic Imagination, em 2018 a Moda e a religião vão unir-se numa noite que promete ser memorável e, ao mesmo tempo, controversa. A exposição, que recebe o mesmo título, vai explorar a relação que estas duas componentes têm tido ao longo dos últimos anos. Criações de Coco Chanel, John Galliano ou Cristóbal Balenciaga vão marcar presença e vão ser expostas com as 40 peças que o Vaticano cedeu.

Quem tem dinheiro para pagar o convite pode ir?

Não! Ao contrário de outros galas beneficentes como amfAR, Brazil Foundation e o gala do New York City Ballet, não basta ter dinheiro para comprar o convite. É  preciso ser convidado, ou então entrar para uma disputada lista de espera. Sim, isso tudo para entrar na lista de convidados. A palavra final sobre cada convidado e participante, é de Anna Wintour, o que significa que, mesmo que uma marca compre uma mesa, é a poderosa quem vai dar a palavra final de quem pode ocupar seus lugares. Não à toa a festa os convites mais cobiçados do mundo.

Quanto custa cada convite?

O convite deste ano sai por US$ 30 mil (R$ 105 mil) por pessoa e a mesa por US$ 275 mil (R$ 962,5 mil). Todo o dinheiro arrecadado com a venda dos convites é destinado ao Costume Institute. Ano passado foi arrecadado mais de US$ 13,5 milhões (R$ 47,25 milhões). Isto significa que todo mundo paga pelos convites? Não. Muitas vezes celebridades são convidadas por grandes empresários para sentarem em suas mesas.

As anfitriãs?

Além de Anna Wintour, em 2018, Rihanna, Donatella Versace e Amal Clooney foram as três personalidades escolhidas para fazerem parte da comitiva de honra da Met Gala, que em anos anteriores contou com Taylor Swift, Gisele Bündchen e Idris Elba.

Sem flashs! Sem perturbações!
O sistema para o evento é rígido: em 2015, o gala resolveu banir as postagens dos convidados – isso depois de passar pelo red carpet, claro. Os convidados são recebidos por todos os anfitriões, que cumprimentam pessoalmente cada um deles. Na sequência de um drink e outro, são direcionados para o jantar, quando sempre há uma atração especial – sempre não divulgada.

História
Foi no ano de 1948 que o primeiro gala do Met aconteceu. O evento foi organizado pelo publicitário Eleanor Lambert. Já em 1979, Pat Buckley, mulher do comentarista William F. Buckley Jr., assumiu o cargo de presidente do baile mas foi apenas com a chegada de Wintour ao cargo que o evento se tornou tão importante. Ela supervisiona todos os mínimos detalhes da organização e não deixa escapar nada.

Os convidados?

Essa é a lista mais bem guardada da história dos eventos.

Onde posso ver?

O canal E! vai transmitir em direto a passadeira vermelha no dia do evento à 00:30h.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

%d blogueiros gostam disto: